Crônicas de um país sem sobrenome

Nosso sangue é negro, branco, amarelo e vermelho

No último sábado, dia 20 de novembro, enquanto o sol cintilava com um sorriso sarcástico por fritar nossos neurônios e pele, a sociedade participava, desinformada, de um dia em que nossa consciência estava negra!

Inconscientemente, quando dizemos que algo está obscuro, enegrecido, às sombras, ideias negativas surgem em nossa mente. A ideia do obscuro desconhecido nos assusta, do enegrecido maculado nos causa repulsa, e aquilo que está às sombras da marginalização nos é indiferente.

Mas no dia vinte de novembro nossa consciência estava positivamente negra (ou seria para estar), era o Dia da Consciência Negra.

Para os politicamente corretos é o Dia da Consciência Afro-descendente, mais apropriado por não estigmatizar o indivíduo. Esse papo furado é uma forma de esconder o preconceito mais perigoso, que é o recalcado sob um discurso recheado de eufemismos sociais.

Qualquer que seja a forma da pronúncia, o status continua o mesmo. Esse feriado opcional é um tanto quanto audacioso, pois tenta reunir em um único dia vários aspectos e significados: é o dia de combater o racismo, é o dia de lembrar um passado que muitas vezes queremos esquecer, é o dia de refletir sobre a contribuição negra para o crescimento do país.

Contudo essa intenção também pode segregar. A própria palavra Racismo se origina da palavra Raça, e biologicamente não há mais que uma raça dentro da espécie humana. A categorização exagerada está deturpando a realidade de que a humanidade constitui uma unidade, com suas diferenças sociais, culturais, religiosas… obviamente. Mas a partir disso tentar definir sub-unidades através da concentração de melanina, é burrice.

É claro que reconheço a importância desse dia como aspecto histórico que até pouco tempo atrás definiu o indivíduo como negro e não como ser humano. Mas já está na hora de partirmos para o conceito de unidade com características diferenciais. Só assim a verdadeira consciência aflora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: